Sinto-me Enchido

Não é uma expressão habitual. Em vez disso dizemos “sinto-me gordo”. Ou, se depois de uma lauta refeição, “sinto-me cheio”. Mas eu gosto de inovar e hoje sinto-me enchido.

Vamos juntar tomate descascado, sal grosso (pouco), salpicão de Arganil, chouriço com alho da Guarda vindo dos Fumeiros da Guarda Lda e pão mistura. E chega, uma refeição bem Portuguesa, saudável porque nos faz sentir bem. E enchidos…


Salada de tomate e enchidos.

Animais como a vaca, o hipopótamo, o rinoceronte e o elefante são bem “enchidos” e vegetarianos. Não me venham com a cena de que ser vegetariano é que é moderno porque ser paneleiro também é e não me apanharão a dar o dito a ninguém, tá? Eu não contrario a natureza por dá cá aquela palha e por isso vou-me manter fiel às minhas origens carnívoras[1].

Saúdavel mesmo? Dizem os especialistas que enchidos e sal fazem muito mal. Talvez! Mas todos havemos de morrer de algo, um dia destes. Por isso eu apenas vou garantindo que não fico cá a chatear ninguém. Pelo que vou alternando, dieta cá, pecados lá. Numa bela alternância democrática que a idade já me permite dada a sapiência já adquirida. Corta aqui, abusa ali. E a carne é fraca, e homem é muito dado aos prazeres da carne. E Portugal é forte em gastronomia, em enchidos, em queijos, em doces, em petiscos e… Eu sou fraco!

Que os deuses se compadeçam dos fracos…

  1. De facto somos omnívoros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.