Entalado

Entre o é e o devia ser.
Entre o foi e o nunca devia ter sido.
Entre o ela e a outra.
Entre o conceito e o preconceito.
Entre a parentalidade e a progenitalidade[1].
Entre o social e o individual.
Entre o prazer e a dor.
Entre o poderá e o deverá ser.
Entre as pedras e as flores.
Entre os amigos e a amizade.
Entre as inundações e as gotas.
Entre o amar e o ser amado.
Entre o desejar e o ser desejado.
Entre o espaço e o tempo.
Entre o ontem e o amanhã.

Que os deuses estejam comigo…[2]

  1. Termo inventado com a intenção de se assemelhar a “parentalidade”. Refere-se ao ato de ser progenitor.
  2. Este texto é a tradução do original em Inglês publicado em Zé Barbosa’s Home. Foi escrito a ouvir o tema “Entangled”, no album A Trick of the Tail dos Genesis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.