…É Quando Um Homem Quiser -p2

…E enquanto neste vinte-vinte-e-um, deveras perto do fim, não temos feito mais que no finado vinte-vinte, que foi, é e será fugir à doença e ao fenecimento, ajunta-se-lhes uma saraivada de tantos outros prenúncios de drama, quiçá de tragédia, de norte a sul, oriente a poente, pois se assim não fora não estiveramos a falar desta mole da raça animal que teima em ostentar-se como que tendo saído de uma fornada de seres eleitos, animais mas dotados dessa coisa perigosíssima que se chama “inteligência”…

No papel de fugitivos, e isso é o que somos desde que a China nos brindou com mais um dos seus produtos de baixo custo (o Coronavírus), fica-nos pouco tempo para nos focarmos nos grandes problemas nacionais e, menos ainda, nos internacionais. Os João Rendeiro e os Manuel Pinho passam-nos de relance pela vista e lá ao longe ouvimos uns rumores de uma guerra comercial sem precedentes, quiçá bélica, entre USA, China e Rússia. Isso e o Globo que cada vez mais aquece ou os tsnunamis de gente desgraçada que prefere enfrentar a morte na fuga a enfrentá-la na sua própria casa, são já coisas que não têm espaço no nosso colossal cérebro de cuja capacidade só utilizamos uns vergonhosos 10%[1], alguns de nós nem isso. Acresce portanto que a memória humana é muito curta, excessivamente seletiva e isso faz com que nem nos lembremos que pela nossa frente está a passar a aprovação de mais uma super-galáctica ajuda económica a uma empresa que prima em se manter incompetente «ad aeternum» e por isso falida: a TAP. É, português é assim mesmo, sempre muito enganado sobre si próprio mas sempre totalmente convencido que tem tudo sob controlo, que sabe o que faz e que o amanhã, quando finalmente Sebastião I de Portugal emergir do espesso nevoeiro, será melhor que o hoje…

Infelizmente, os amanhãs não têm sido melhores que os ontens mas o que realmente interessa é que não deixem de transmitir o Big Brother (Portugal), as novelas e que não fechem de novo os estádios de futebol porque, isso sim, as telenovelas, os Reality shows e o futebol são a verdadeira razão de existência deste povo cada mais velho e caminhando a passos largos para a auto-extinção…

Ao menos, que os deuses se mantenham deuses…

…É Quando Um Homem Quiser

  1. Uma curiosidade científica: Mito do uso de 10% do cérebro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.