CoronaVírus Contra-ataca

Para os nossos jovens que sempre acham que já sabem tudo e que sempre atuam acreditando piamente que os males que andam por aí nunca os atingem, é bom que saibam que o COVID-19 é muito dado ao princípio da igualdade. Não olha a género, idade, raça, religião, opinião política, origem nacional ou social, fortuna, prestígio ou a qualquer outra situação. Corta a direito e tudo o que é humano é elegível para servir de hospedeiro…

E para quem acredita que uma infeção pelo CoronaVírus resulta apenas numa gripezita como qualquer outra que se trata com paracetamol e pouco mais, aqui vai uma singela descrição das fériazitas que se passam numa unidade de cuidados intensivos, caso tenham que ser internados.

“… O doente é sedado e é-lhe administrado um relaxante muscular – normalmente este processo é levado a cabo por um médico anestesista — antes de ser entubado. O tubo é colocado através da boca até à traqueia e depois ligado ao ventilador. Uma vez ligado, o ventilador bombeia ar e oxigénio até aos pulmões, sendo que os médicos podem ajustar a velocidade e a quantidade de oxigénio.”

“… Se o doente precisar de ficar ventilado durante muito tempo, será melhor fazer uma traqueostomia, ou seja, abrir um buraco na garganta para que o tubo chegue directamente à traqueia. Esta opção não traz problemas a longo prazo (porque o buraco fecha) e permite que os doentes fiquem conscientes.”

“… Especialistas dizem que os doentes que passam algum tempo em cuidados intensivos, independentemente da doença que os leva lá, também são propensos a um conjunto de problemas de saúde física, cognitiva e mental, depois de saírem.”

“… Doentes com longos períodos de ventilação são propensos a atrofia e fraqueza muscular, e correm ainda o risco de delírio, até por causa dos sedativos a que são sujeitos.”


Uma gripezita apenas…

Que tal? Uma simples gripezita, né? E então aquela posição deitada de bruços, durante um par de semanas, também deve ser muito relaxante. E ficar com mazelas para toda a vida porque nos estamos a borrifar para as orientações da DGS (Direção-Geral da Saúde) e da OMS[1], também é muito “cool”, não é?

Se isto fosse futebol eu diria que o resultado está tipo “Corona 2-0 Humanos” e o R[2] continua a subir… Cool !!

  1. World Health Organization (WHO).
  2. Índice de transmissibilidade de infeção (Rt).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.