Cruzando a 64ª Constelação…

As pessoas valem pelo que fazem ou têm, não pelo que são. Esta é uma verdade aprendida algures nas nossas vidas quando o nosso cérebro já é capaz de entender a diferença entre o “ser” e o “ter”. No entanto, isso não acontece com todos porque nem todos conseguem atingir aquele estado de sabedoria que lhes permite considerarem-se sábios ou serem considerados por outros como

Estão Velhos, Não Prestam

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), idoso é todo e qualquer cidadão com sessenta anos de idade ou mais. Também segundo a OMS, o envelhecimento consiste numa “deterioração funcional progressiva e generalizada,” que resulta da perda de algumas “faculdades” e do aumento do risco de doenças relacionadas com as pessoas idosas. Aqui está, perda de faculdades e aumento de doenças. Quem está para aturar

Excalibur

Em nome do sonho. Em nome da fantasia. Em nome das ideias plenas de projeção no bem estar. Na ligação plena de amor desinteressado. Não elaborado… A fantasia domina mais uns que outros. Nada de géneros aqui a determinar predominância. Mas a fantasia domina mesmo. Tanto muito mais do que o desejado por muitos que não vêem na deambulação um objetivo. Apenas um estar. Um

Cidade do Porto