Tetralogia Da Aprendizagem em 3 Atos

Num país onde percebo que toda a gente pensa saber, afinal nem toda a gente entende que não sabe. Entre o perceber, entender, compreender e saber, existem aqueles que, como eu, antes de mais percebem. Depois, se se favorecer e aprouver, passa-se a fases como entender, compreender e saber. Estou em crer que quando se compreende está-se em condição necessária e suficiente para deliberar sapientemente

Leio, Logo Talvez

A ignorância é, sem dúvida, uma arma não letal muito usada por pequenas forças dominantes em pequenos ou grandes contextos totalitários. Mas o que é um facto é que mantermo-nos na ignorância, quais “Homo ignorans” assim um pouco na onda do “A ignorância é uma benção!” ou de “Se desconheço, não serei responsabilizado!”, é efetivamente um garante de alguma proteção individual. Sim, concordo, a ignorância

Que Arda No Inferno

Aquela ‘selfie’ que traria alegria a meio mundo… FIG — Falta muito para acontecer? Claro que o outro meio-mundo[1], assim tipo chineses, indianos, africanos e vários outros amantes da escravização da mulher[2] e da criação em massa da miseribilidade humana, iriam chorar! É a velha história, não se pode agradar a gregos e a troianos mas que eu gostaria mesmo de ver esta ‘selfie’ acontecer,

Talibanadas

Terá o mundo ficado surpreendido com as dramáticas cenas que nos chegaram do Afeganistão, essa terra perdida algures no meio de tenebrosos vizinhos como o Irão, o Turquemenistão, o Uzbequistão, o Tajiquistão e o terrível inimigo público número 1 da India, o irrequieto ou hiperativo Paquistão? Não, não creio! O mundo já está mais que saturado destes répteis do deserto que com muita frequência saem

Sexo É…

Coisa complicada, hoje em dia… No princípio era tão simples como ele e ela, casavam, procriavam e viviam happily ever after. Mas isso já lá vai e nos tempos que correm já não é só ele e ela, nem sequer casam, também nem têm filhos e as relações tornaram-se uma mixórdia de todo o tamanho. No princípio até daria para fazer uma coleção de cromos

Irritações na Sombra do Eixo

A COVID-19 e os quase 3 milhões de vítimas que causou em todo o mundo até hoje, podem ser o tema central dos nossos pensamentos mas não devem ser o único. Deve haver espaço para o devaneio, a distração, o relaxamento dos circuitos nervosos com, por exemplo, trivialidades como o que está a bombar nos canais da nossa TV. Ultimamente, por tanto tempo passado em

I Love You… Too!

Neste virar de ano, dum 2020, que, insisto, não deve ser esquecido, para um 2021 que alguém com muita graça apresenta em inglês como sendo “tuenti tuenti Wuhan”[1], recordo, pleno de saudosismo, uma frase que em tempos ouvi e que de imediato declarei a frase do dia. Desse e de muitos outros que se seguiram : “Porque já constatei que quem gosta de Pink Floyd

Fantasias

“While Your Lips Are Still Red” é uma ode à dramática paixão (trágica, diria eu) entre um homem e uma mulher, misturada com hesitação, violação, raiva, competição masculina e provavelmente outras coisas que podem ser descobertas no filme “Lieksa!” (Finlândia, 2007), assumindo que conseguimos entender finlandês. Seja como for, espero não estar longe da realidade se disser que a moral dessa história pode ser suportada