Mar Negro

Foi em 17 de fevereiro de 2015 que publiquei pela primeira vez um artigo contendo este pequeno video-clip, nessa altura já em resposta a esse modismo irritante (como são todos os modismos) que é a sempre cinematográfica defesa deste planeta A para o qual, descobriram agora, não existe nem sobressalentes nem um planeta B… Quando publiquei este artigo, este blog era escrito em inglês pelo

Deixem-me Odiar Russos

Perfaz hoje um total de 30 dias a surpreendente e hercúlea resistência do povo Ucraniano à cruel, assassina e sanguinária barbárie militar levada a cabo pela Rússia. Num total de 30 dias já podemos contemplar quase 4 milhões de refugiados por esta Europa fora (mulheres, crianças e homens acima dos 60 anos), milhões de desalojados e deslocados no próprio país, uma enorme área de território

Ingénuos Exercícios de Xenofobia

Assistimos impávidos e aparentemente serenos ao enxovalhar de organizações mundiais supostamente idóneas, respeitáveis e temidas, por parte de um cowboy oriundo das estepes geladas da sempre muito czarista Rússia, que nos está a fazer o favor de nos mostrar e demonstrar, a nós crentes, descrentes e céticos, para que serve ser dono e senhor de 6000 ogivas nucleares… O criminoso Vladimir Putin, o tal cowboy

Brevemente

Sim… Brevemente saberemos quem somos. Brevemente saberemos para onde vamos. Brevemente saberemos donde viemos. Brevemente saberemos ser bons. Brevemente saberemos estar bem. Brevemente seremos compreendidos. Brevemente nos esforçaremos para compreender. Brevemente deixaremos de só falar para poder ouvir. Brevemente seremos ouvidos. Brevemente o conteúdo prevalecerá sobre a forma. Brevemente faremos em vez de fazermos de conta. Brevemente respeitaremos o planeta em que vivemos. Brevemente respeitaremos

Epidémica Insanidade Mental -p4

Ao ver as imagens das ofensas e injúrias dirigidas a Ferro Rodrigues e sua esposa, durante um almoço que era suposto ser mais um pacato almoço do número dois deste nosso país, por gente que não tendo na vida nada mais de interessante para fazer do que insultar trabalhador que almoça pacatamente para poder pegar às duas em ponto como qualquer outro trabalhador, apenas me

Touradas? Não, obrigado!

Apesar de ter enveredado pelo mundo das engenharias, relembro hoje, alguns dias depois da deputada Cristina Rodrigues ter poposto o fim das touradas em Portugal, que História era uma disciplina que me atraía bastante. Entre muitas histórias que fui avidamente aprendendo, uma ficou-me no cérebro até hoje: os espetáculos crueis levados a efeito pelos romanos nas suas majestosas arenas! Principalmente o atirar cristãos para as