Cat Woman

Se há animal mais chegado à mulher, não é o homem, é o gato.


The Lady and The Cat.

Porque sou (somos todos) um animal preconceituoso, a mulher afeiçoada a um gato, ou mais que um, é uma mulher carente. É uma mulher com dificuldade na relação com os homens. É uma mulher que afirma frequentemente que quanto mais conhece os homens mais gosta de gatos. É uma mulher com relações com o sexo oposto mal resolvidas e que não tem coragem de assumir relações com o mesmo sexo. É uma mulher autoritária que não admite ser dominada ou condicionada por homem nenhum. É uma mulher egoísta. Ego-centrada nela própria. É um mau-feitio…

O gato é meigo. O gato é asseado. O gato é fiel. O gato não responde. O gato faz o que se lhes manda. O gato não exige ou pede sexo a toda a hora. Quando bem domesticados podem satisfazer todas as necessidades de uma mulher. Necessidades essas que eu, como homem, tenho dificuldade em ordenar mas que o gato parece bem compreender.

Que os deuses sejam omnipacientes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.