Brevemente

Sim…
Brevemente saberemos quem somos.
Brevemente saberemos para onde vamos.
Brevemente saberemos donde viemos.
Brevemente saberemos ser bons.
Brevemente saberemos estar bem.
Brevemente seremos compreendidos.
Brevemente nos esforçaremos para compreender.
Brevemente deixaremos de só falar para poder ouvir.
Brevemente seremos ouvidos.
Brevemente o conteúdo prevalecerá sobre a forma.
Brevemente faremos em vez de fazermos de conta.
Brevemente respeitaremos o planeta em que vivemos.
Brevemente respeitaremos as pessoas do planeta em que vivemos.
Brevemente respeitaremos as pessoas que viverão no planeta em que vivemos.
Brevemente não violaremos as mulheres.
Brevemente mulheres e homens terão as mesmas oportunidades.
Brevemente não abandonaremos os velhos.
Brevemente não abusaremos das crianças.
Brevemente o patrão não explorará o empregado.
Brevemente o empregado não enganará o patrão.
Brevemente viveremos em paz.
Brevemente não viveremos ansiosos.
Brevemente não permitiremos ser oprimidos por nós mesmos.
Brevemente não praticaremos a falsidade.
Brevemente repudiaremos a mentira.

Até lá… Vou divagando! Sim, talvez também devaneando, quiçá manifestando-me. A banda YES é um fenómeno do antigamente, da era do rock progressivo ou sinfónico e da música psicadélica, tempos esses que nos ofereceram, para além dos Yes, outras espetaculares bandas como os Pink Floyd, Genesis, Marillion, Barclay James Harvest e Moody Blues. A música “Soon” é a última parte do tema The Gates of Delirium e por isso é também ela um autêntico delírio! Sim, dei-me ao delirante acto de traduzir delirantemente uma letra de canção que talvez só faça mesmo sentido a quem a escreveu. Sim, talvez…

Brevemente num cinema perto de si ou, para inglês ver, coming soon to a theatre near you

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.