Aridez Emocional

A diferença entre ‘sentimento’ e ‘emoção’ ou entre o ‘estado sentimental’ e o ‘estado emocional’ é tão ténue que por vezes é tida como nenhuma. Na qualidade de homem pragmático, que em mim tomo como uma caraterística inata, não sou muito dado a um ou outro estado mas, em compensação, nutro uma elevada simpatia por ambos. Estava eu conversando com alguém sobre as coisinhas da

Maio, O Primeiro -p2

E então um grande VIVA! a todos aqueles que se esfalfam diariamente para ganharem umas coroas… Hoje recomendo Vitorino Salomé (‘ganda’ alentejano nascido em 1942) e a sua canção “Queda do Império”, lançada em 1983, porque há certos e determinados impérios a quem desejo uma vertiginosa queda. Por exemplo, o império dos oligarcas[1], dos autocratas[2], dos cleptocratas[3] e outros vermes pretensamente humanos. Além do grande

Social Ganância

Coloque-se duas pequenas crianças num quarto com apenas um brinquedo que ambas gostam muito. Em menos de nada ambas estarão se guerreando para conquistar o brinquedo. Ninguém as instruiu para guerrear afim de conquistar. Poderiam primeiro ter tentado partilhar o brinquedo mas não, guerreiam-se. E o brinquedo será pertença exclusiva da criança mais forte. Normal! É a natureza do animal humano, a sua essência… O

Gradual Asfixia

De vez em quando dou comigo pensando em decisões. As tomadas. As não tomadas. As que outros podem ter tomado. Boas. Más. Desenhadas de forma simples com a perfeição que só a distância pode proporcionar. Aqueles “Se eu fosse você…” são encantadores! Sempre… Pequenas deambulações por um passado cheio de tudo e de nada. Uma ténue indecisão aqui e ali. Ficar parado não é uma

Esta Coisa Da Páscoa -p2

Conheço e adoro há muitos anos o tema “Psalmus Ode” do grande compositor Vangelis (já falecido). Cantado em Latim por um rapaz, Jeremy Budd, faz parte da banda sonora do filme “The Plague” (A Peste, 1992) baseado no livro com o mesmo nome de Albert Camus (de quem li “O Estrangeiro”). Há quem associe este tema a algo cristão ou católico mas encontrei por aí

Patética ONU

É triste, muito triste! Um estado criminoso (Rússia) cujo líder tem um mandato de captura por crimes de guerra, está agora a presidir o Conselho de Segurança da ONU. Patético!!! A humanidade está a ficar doida… Mas relaxemos… Sugiro hoje o adágio (música) que é por muitos considerado o mais triste de todos os adágios. Ouvi-o pela primeira vez a ver o filme de guerra

Olh’Ó Dia Do Pai -p2

Há por esse mundo fora muitos pais felizes, assim-assim e infelizes. Eu sou pai e parte do meu bem estar deve-se ao facto de os meus filhos estarem bem. Poderíamos todos estar melhor mas olhando à nossa volta poderíamos estar muito pior… Tão pior quantos os muitos pais Ucranianos a quem a Rússia, estado terrorista, roubou os seus filhos, seja porque os assassinaram, seja porque

Estão Velhos, Não Prestam

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), idoso é todo e qualquer cidadão com sessenta anos de idade ou mais. Também segundo a OMS, o envelhecimento consiste numa “deterioração funcional progressiva e generalizada,” que resulta da perda de algumas “faculdades” e do aumento do risco de doenças relacionadas com as pessoas idosas. Aqui está, perda de faculdades e aumento de doenças. Quem está para aturar

Olh’Ó Dia Da Mulher -p2

Diz-se que o Dia Internacional das Mulheres serve para relembrar as suas lutas sociais, políticas e económicas. Passo a passo ou pé-ante-pé, a Mulher tem conquistado terreno ao longo dos séculos. Os avanços são visíveis. A Mulher de hoje já não é o que era! Está mais empreendedora, mais conquistadora, mais independente. Mas… Pelos vistos há sempre um MAS! Ou mais que um… Relembremos o

Cidade do Porto