Sticky

Do You Speak English?

O Ataque do Urso -p3

Continua surpreendente a resistência do povo ucraniano à invasão do seu território pelos russos. Já lá vão 5 meses do que era para ser uma operação militar especial de 3 dias. Está assim a aumentar consideravelmente o cansaço de todos: os envolvidos diretamente, indiretamente e os que nada querem ter a ver com isto tudo apesar de estarmos a falar de uma potencial guerra mundial.

Tetralogia Da Aprendizagem em 3 Atos

Num país onde percebo que toda a gente pensa saber, afinal nem toda a gente entende que não sabe. Entre o perceber, entender, compreender e saber, existem aqueles que, como eu, antes de mais percebem. Depois, se se favorecer e aprouver, passa-se a fases como entender, compreender e saber. Estou em crer que quando se compreende está-se em condição necessária e suficiente para deliberar sapientemente

Um Ultraje Franco-germânico

Os líderes da União Europeia nunca souberam posicionar-se de forma carismática e decisiva nas diversas políticas internacionais que os seus países foram adotando. Desde o pequeno e sempre atarantado Portugal até à toda “panzérica” Alemanha, todos tentam caminhar entre os pingos da chuva quando se trata de lidar com “mighty gods” como a China, os USA ou, agora mais que nunca, a Rússia… Aquilo que

Vangelis

Evángelos Odysséas Papathanassíou, conhecido no mundo artístico por “Vangelis”, era um compositor de música eletrónica, progressiva, ambiente e orquestral. Grego, nascido em 1943 e falecido em 2022, são incontáveis os temas por ele criados e inarrável a qualidade dos mesmos… Vangelis foi um mestre na onda musical que se convencionou chamar de New Age mas também produziu bandas sonoras para filmes que tiveram grande sucesso.

Leio, Logo Talvez

A ignorância é, sem dúvida, uma arma não letal muito usada por pequenas forças dominantes em pequenos ou grandes contextos totalitários. Mas o que é um facto é que mantermo-nos na ignorância, quais “Homo ignorans” assim um pouco na onda do “A ignorância é uma benção!” ou de “Se desconheço, não serei responsabilizado!”, é efetivamente um garante de alguma proteção individual. Sim, concordo, a ignorância

A Arte de Bem Cavalgar a Toda a Sela

Aquilo a que os portugas mais se prestam é a retóricas mais ou menos elaboradas para defenderem o seu posto que, ele próprio, já foi conseguido à custa de retóricas mais ou menos elaboradas. Alguns recheiam essas retóricas com poesia, outros com dissertações filosóficas sobre nada e finalmente outros com batata frita e salada mista. Que país de treteiros… E enquanto os portugas se entregam

FC Portooooo…

We (FC Porto) are the champions, my friends (the real ones) And we’ll keep on fighting ‘til the end (…of times) We are the champions (again) We are the champions (… and again) No time for losers (Sport Lisboa e Benfica) ‘Cause we are the champions of the world (Porto is a nation) — Acompanhar com a música dos Queen…. ihihihihihihihih… — Campeões, campeões, olé,

1 2 3 36